...limite passível de perfurações, atravessamentos e vertigens, camadas que trilham por entre os poros. As diferentes grafias, o corpo escrevendo. É quase como reter uma escrita no interior mais profundo do corpo, matéria-prima de experimentação, decifração de desejos e encantamentos. O que fica impresso do lado de dentro, quando a pele é atravessada? Caminhos de sensações, vertigem, dor, prazer, obsessão, memórias. A extensão da própria pele pode ser a pele do outro.

DIREÇÃO, CONCEPÇÃO E COREOGRAFIA: Claudia Palma

INTÉRPRETES CRIADORES: Cristina Ávila ou Natália Franciscone

                                    Felipe Teixeira ou Mariana Molinos

                                    Renato Vasconcellos ou Thiago Sancho

TRILHA SONORA ORIGINAL: Renato Jimenez

ILUMINAÇÃO: Sueli Matsuzaki

FIGURINOS: Bia Rivato

                Carolina Semiatzh

                Lia Damasceno

PROVOCAÇÃO: Rodrigo Vilalba

FOTOGRAFIA: Luiz Ferreira

                   Jonas Golfeto

VIDEO: Aleph Cinema e Vídeo (espetáculo)

          Alex Soares (espetáculo)

          Felipe Teixeira (divulgação)

DESIGN GRÁFICO: Felipe Teixeira

PRODUÇÃO: Cristiane Klein (Dionísio Produção Cultural)

ASSISTÊNCIA DE PRODUÇÃO: Cristina Ávila

 

 

Projeto realizado com o apoio do ProAC

Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

Foto: Jonas Golfeto