A iN SAiO Cia. de Arte é dirigida por Claudia Palma desde 2010. A contemporaneidade é o alicerce da sua pesquisa e, sendo assim, torna-se voz e inspiração de artistas que buscam o fortalecimento da identidade artística, estética, da companhia. Tal identidade caracteriza-se por intenso trabalho autoral, em consonância com o olhar proposto pela direção, na busca de uma criação em dança que descubra as necessidades expressivas de cada trabalho. Com isso, estudar um corpo constituído por vocabulários voltados a uma permanente construção e desconstrução do movimento, a favor da cena e de sua expressão.

 

     A companhia desenvolve um trabalho essencialmente colaborativo, onde o diálogo entre direção, intérpretes, colaboradores, técnicos, flui de maneira a existir permanente voz de contribuição em prol do aprofundamento de todos os aspectos dos trabalhos. A iN SAiO Cia. de Arte, proporciona-lhe mecanismos para dar continuidade às suas criações e investigação artística. Suas memórias corporais em processo inacabado e inquieto almejam a continuidade do seu próprio movimento no corpo do outro, atravessando sua pele e construindo uma dança de contaminação. O desejo da companhia é o hibridismo, propiciando aos artistas envolvidos uma fusão de experiências diversas, quando então o corpo poderá encontrar um movimento constante e um olhar observador do mundo contemporâneo.

TRABALHOS REALIZADOS:

 

- ABISSAL (2016), de Claudia Palma (contemplado pela

18a edição do Programa Municipal de Fomento à Dança);

 

- PROJETO 2.CONFLUÊNCIAS (2016), (contemplado pelo ProAC/SP-2015 - circulação

dos espetáculos "Novos experimentos" e "Platô");

- PROJETO ECOS (2014-2015), (contemplado pela 16a edição do Programa Municipal

de Fomento à Dança - circulação dos espetáculos "Dark Room",

"Novos experimentos" e "Cálamo");

 

- DARK ROOM (2013-2014), de Claudia Palma (contemplado pela 14a edição do

Programa Municipal de Fomento à Dança);

 

- PLATÔ (2014), de Claudia Palma (contemplado pelo ProAC/SP-2013);

 

- CÁLAMO (2012), de Claudia Palma (contemplado pelo ProAC/SP - 2011);

 

- NOVOS EXPERIMENTOS (2012 - 2015), de Claudia Palma;

 

- LUGAR ALGUM (2010), de Claudia Palma (contemplado pela 8ª Edição do Programa Municipal de Fomento à Dança/SP);

 

- UM OUTRO CORPO (2004), direção de Mariana Muniz (criado para o projeto “Solo em questão”, da Cia. 2 do Balé da Cidade de São Paulo).

 

Foto: Claudio Higa