MARINA MATHEY

Intérprete Criadora

Performer e travesti, se formou como atriz pela Escola de Arte Dramática (EAD/ECA/USP - 2015) e pela Carpintaria do Ator (2012). Na dança participou dos espetáculo GALA do coreógrafo francês Jeróme Bel (France Danse Brasil 2016), OFF_elia (dir: Murillo Basso. 2013) e da performance Realidades Utópicas (dir: Cristiane Paoli Quito. 2017). Estudou e participou de oficinas com profissionais como: Tarina Quelho, Claudia Palma, Lu Favoreto, Letícia Sekito, Beth Bastos, Cristiane Paoli Quito, Morena Nascimento, Kenia Dias e Ana Maria Spyer. Também atuou nos espetáculos Paris is Burning Ao Vivo (Cia Hiato - dir: Leo Moreira); Um Bonde Chamado Desejo (dir: Rafael Gomes. 2015); Òpera Urbe - Peste Contemporânea (dir: Rogério Tarifa. 2017); Normalopatas (2016) e Não Ia Ser Bonito? (2015 - ambos com a Cia Àtropical. dir: Dan Nakagawa). Dirige o projeto/coletivo de performance Transviadas Libertárias (2017-2018). A partir de 2018 integra a iN SAiO Cia de Arte como intérprete criadora.

foto: Claudio Higa